Verona, a terra de Romeu e Julieta – Itália

Publicado por

Saímos de Milão no trem das 08:25 da cia italiana TRENITALIA que pegamos na Stazione Centrale Milano. O trem era direto para Verona, paguei €12,75 pelo trecho e a viagem durou aproximadamente 1:15. O trajeto foi super rápido. Viajamos com malas pela Europa e foi muito tranquilo. Só fiquem atentos aos horários, pois, a saída  do trem é muito pontual.

MOEDA:  euro.

IDIOMA: italiano.

PERÍODO DA VIAGEM: 27 à 29 de outubro de 2017 – outono.

INTERNET: chip da @easysim4u. Único que pega em mais de 140 países e já chega ao seu destino conectado com internet 4G.

POST >> Nessa Eurotrip passamos por algumas cidades italianas. Confira abaixo o que conhecemos em cada uma delas:

| MILÃO | VENEZA | FLORENÇA | PISA | ROMA |

 

1º dia – CITY TOUR – Casa di Giulietta, Torre dei Lamberti, Casa di Romeo, Arche de Scaligere, Arena di Verona e Castel Vecchio:

Chegamos a Verona às 09:40 da manhã. Descemos na Stazione Verona Porta Nuova, que fica a aproximadamente 12 minutos do Centro Histórico de Verona, onde estávamos hospedadas. Pegamos um taxi para 4 pessoas e pagamos €13 pela corrida até nosso apartamento.

Fizemos todas as reservas das nossas acomodações pelo booking.com, e dessa vez, a escolhida foi o Balcony’s Way, situado na Piazzetta Serego, com excelente localização, dentro do Centro Histórico. Pagamos €296,96 por 2 diárias em um apartamento mobiliado com dois quartos, uma sala conjugada com a cozinha e um banheiro.

Em frente ao apartamento existem várias cafeterias. Tomamos café da manhã e ficamos aguardando a proprietária do apartamento para fazermos check in. Subimos com as nossas malas, acomodamos tudo e depois fomos caminhar.

IMPORTANTE: não existe necessidade de carro para se locomover em Verona. Tudo é centralizado. Devo dizer que é lindo caminhar e se perder pelas ruelas da cidade.

A primeira parada foi na Casa de Julieta (Casa di Giulietta), que fica a menos de 2 minutos caminhando do nosso apartamento.

Quem se lembra da história do amor proibido entre Romeu e Julieta? Todo mundo né? Segundo o livro, escrito entre os anos de 1591 e 1595, a história se passou em Verona. Depois que a peça de Shakespeare virou filme pelas mãos de George Cukor, em 1936, o drama do amor impossível foi se tornando cada vez mais popular e a Prefeitura de Verona aproveitou a onda para investir em seus pontos turísticos. Até hoje, ninguém sabe ao certo se essa história é real ou mera ficção, mas estar em Verona e ver aquilo de pertinho, nos faz acreditar que tudo realmente existiu.

IMG_4576
Casa de Julieta – entrada

Na Via Cappello, fica o atrativo principal da cidade, a Casa de Julieta. A famosa cena da sacada na casa da família Capuleto, em que Julieta está no alto e Romeu declama suas juras de amor, é uma das passagens mais lembradas pelos românticos. Infelizmente a sacada estava em reforma!

DCIM185GOPRO
Casa de Julieta – sacada

No pátio, embaixo da sacada, tem uma estátua de bronze de Julieta. Dizem que passar a mão no seio direito dela, traz sorte pro amor. E não custa nada tentar! Vai queeee… hahaha

IMG_4568
Casa de Julieta – estátua

Nas paredes ao redor da estátua, casais apaixonados escrevem declarações de amor e colam na parede, outros preferem selar esse amor colocando cadeados com o nome do casal. As tradições são muitas, todas em nome do amor que o lugar transmite.

O lugar é pequeno e sempre está cheio. Acostume-se com isso!

Existe visitação na parte interna da casa. Tem um pequeno museu com roupas supostamente usadas pelo casal e mobiliários da época. Se quiserem saber mais, entrem no site oficial, pois, nele você encontrará informações completas com valores e horário de funcionamento.

Saindo da Casa de Julieta, seguimos para a Piazza delle Erbe, uma das principais da cidade.

DCIM185GOPRO
Piazza delle Erbe

Ela possui uma feirinha ao centro, que funciona todos os dias da semana e vende de tudo um pouco: frutas frescas, souvenir, sucos naturais e muito mais…

DCIM185GOPRO
Piazza delle Erbe – feirinha

Os restaurantes colocam mesas na parte externa, fazendo com que a praça fique sempre cheia. O ambiente é muito agradável, principalmente se o dia estiver lindo assim!

DCIM185GOPRO
Piazza delle Erbe

Da Piazza delle Erbe, seguimos para o Palazzo della Ragione, onde está localizada a Torre dei Lamberti.

IMG_4577
Torre dei Lamberti – vista da Piazza delle Erbe

Virando na primeira entrada a direita, no sentido Piazza delle Erbe > Piazza dei Signori, a Torre dei Lamberti fica exatamente no meio do caminho entre elas. Não tem erro!

DCIM185GOPRO
Ruela

A Torre dei Lamberti é um dos edifícios mais altos de Verona e um dos mais famosos também. Ela teve sua construção totalmente concluída em 1464.

DCIM185GOPRO
Torre dei Lamberti – pátio do Palazzo della Ragione

Ela possui 84 metros de altura e 368 degraus até seu topo. O ticket para subir custa apenas €1, mas me faltou força de vontade para encarar essa subida! haha

IMG_4662
Torre dei Lamberti

Depois da Torre, fomos visitar a Piazza dei Signori, pequena praça um pouco escondida, mas não menos importante que as outras, porque além de abrigar edifícios importantes da cidade, também homenageia o famoso escritor do livro “A divina comédia”, Dante Alighieri.

DCIM185GOPRO
Piazza dei Signori

A praça possui uma grande estátua do escritor ao centro e também pode ser conhecida como Piazza Dante. Essa homenagem foi pelo fato de Dante ter vivido alí durante seu exílio de Florença.

DCIM185GOPRO
Piazza dei Signori – Piazza Dante

Saindo da Piazza dei Signori, fomos conhecer o Arche de Scaligere, monumental conjunto fúnebre em estilo gótico da família Scaligere, projetado para os túmulos de alguns ilustres representantes da família, incluindo o do maior Senhor de Verona, Cangriande, a quem Dante dedica o Paraíso, um dos três cânticos de “A Divina Comédia”.

A nossa próxima parada era na Casa de Romeu (Casa di Romeo). Embora os historiadores afirmem que foi a casa de Cagnolo Nogarola, a construção imponente é conhecida como a Casa de Romeu. De fato, pensa-se que a família Montecchi, realmente existia, morava no distrito de Verona e, portanto, o lugar foi projetado para transmitir o encanto da tragédia de Shakespeare.

DCIM185GOPRO
Casa de Romeu

A Casa de Romeu, que fica praticamente em frente ao Arche de Scaligere, é uma casa tipicamente medieval e está bem preservado externamente, sua fachada é gótica do século XIV. Como nos dias de hoje é uma propriedade privada, é habitada e é por isso que não é possível visitar seu interior.

DCIM185GOPRO
Casa de Romeu à direita – Arche de Scaligere à esquerda

Saindo da Casa de Romeu caminhamos cerca de 10 minutos até chegarmos a Piazza Brà, principal praça de Verona. Cheia de restaurantes lotados e com um lindo parque ao fundo, a praça também abriga um dos bens mais preciosos da cidade, a Arena di Verona.

IMG_4764
Piazza Brà

A Arena di Verona, é um anfiteatro romano de 31 metros de altura, um dos mais bem conservados do mundo. Palco de monumentais produções de ópera, desde 1913 se tornou o primeiro e mais importante teatro de ópera ao ar livre do mundo.

IMG_4714
Arena di Verona

Além de tudo, a Arena di Verona é o 3º maior anfiteatro da Itália, perdendo somente para o Coliseu em Roma e para o anfiteatro de Capua, bem ao sul do país.

DCIM186GOPRO
Arena di Verona

Existe visitação interna na Arena e uma vista panorâmica de Verona no topo dela (observe as pessoas no topo da Arena na foto abaixo). Para ficar por dentro de tudo, confira no site oficial.

IMG_4696
Arena di Verona – Piazza Brà

Almoçamos na Piazza Brà mesmo. Apesar de sempre cheios, os restaurantes não tem preços absurdos. Comi uma pizza grande e muito gostosa por €5. Em seguida, fomos conhecer o Castel Vecchio, que fica cerca de 10 minutos a pé da Piazza Brà. O bom de Verona é isso, tudo fica perto. Dá para conhecer caminhando…

Chegamos ao Museu Cívico Castel Vecchio, um museu localizado em um castelo medieval, restaurado entre os anos de 1959 e 1973.

DCIM186GOPRO
Castel Vecchio

A visitação é gratuita e vale muito a pena! O castelo é lindo por dentro e por fora.

DCIM186GOPRO
Castel Vecchio
DCIM186GOPRO
Castel Vecchio

Saindo do Castel Vecchio, logo ao lado, está o último ponto do nosso tour, o Arco dei Gavi, antiga porta de entrada na cidade. Por ele passava a Via Postumia que ligava Verona à Roma.

DCIM186GOPRO
Arco dei Gavi

Após terminado o tour, passamos no supermercado mais próximo e compramos os ingredientes do nosso jantar. Foi dia de comer estrogonofe com arroz e batata chips, porque não existe batata palha na Itália haha. Que saudade da comidinha brasileira!

IMG_4789
Estrogonofe de frango da MasterChef @glendaarthuso

Depois do jantar, fomos descansar!

 

2º dia – CONHECENDO VENEZA:

Sobre essa cidade linda e charmosa, eu fiz um post completinho com os principais pontos turísticos de Veneza. Para conferir clique aqui!

IMG_5132

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.