Puerto Iguazú – Argentina

Publicado por

As Cataratas do Iguaçú compreendem dois países: Brasil e Argentina.

Desde 2002 se tornou uma das 7 Maravilhas da Natureza e atrai milhões de turistas todos os anos aos dois lados das cataratas. Abaixo conto como foi visitar essa imensidão de beleza e alguns lugares de Puerto Iguazú.

POST >> Para saber como foi nossa passagem por Foz do Iguaçú, clique aqui!

IDIOMA: espanhol.

PERÍODO DA VIAGEM: 27 à 28 de agosto de 2016 – inverno.

 

1º dia – CATARATAS DEL IGUAZÚ – ARGENTINA:

Neste dia saímos do hotel bem cedo com destino as Cataratas do lado argentino. Puerto Iguazú é a cidade argentina da província de Missiones que faz fronteira com Foz do Iguaçú e dá acesso as Cataratas del Iguazú, que também é uma das 7 Maravilhas da Natureza.

O nosso guia recolheu nossos passaportes ainda na saída do hotel, para que a nossa passagem pela Aduana Argentina fosse breve. Pagamos $20 pesos argentinos na Tasa Eco Turística de Puerto Iguazú.

Deve-se levar pesos argentinos em espécie para pagar a taxa na Aduana Argentina, o ingresso do Parque e os lanches caso vá comprar lá.

IMG_1657

IMPORTANTE: guarde esse recibo para apresentar sempre que for passar pela Aduana Argentina durante a viagem.

Às 09:30 já havíamos chegado ao Parque Nacional Iguazú e com os tickets em mãos, começamos nosso passeio com um guia brasileiro. O Parque do lado argentino é enorme, afinal, 75% das 275 quedas se encontram nele. Sabiam disso?

Fizemos uma caminhada breve de menos de 1 hora passando por diversos mirantes e posições diferentes das quedas, chegamos até a estação de trem que dá acesso a outra parte do parque, alí literalmente cozinhamos no sol por quase 1 hora. Nessa estação tem banheiros, lanchonete, praça de alimentação e pra variar, muitos quatis.

Para evitar a superlotação, não vá aos Parques nos finais de semana. No nosso caso, como só tínhamos o final de semana, foi a única opção. Mas estava muito lotado!

Após descermos do trem, seguimos trilha até a Garganta del Diablo, passamos por muitas quedas excelentes para fotos até chegar na passarela que dá acesso a Garganta.

IMG_1581
Garganta del Diablo – vista da passarela

Depois de algum tempo de caminhada, chegamos a tão esperada Garganta del Diablo e enfim, nesse ponto, pega 3G brasileira… consegui carregar meus snaps e até esqueci do sol escaldante que fazia.

DCIM136GOPRO
Garganta del Diablo – lado argentino

A Garganta é um show da natureza! É nesse momento que você percebe que é só mais um pequeno ser diante da imensidão da natureza e da força das águas. Gente! É muita água… muita mesmo! Simplesmente um espetáculo.

DCIM136GOPRO
Garganta del Diablo – lado argentino

Voltamos pela mesma trilha que pegamos na ida. Chegamos e logo conseguimos pegar o trem de volta para a entrada/saída do Parque.

DCIM136GOPRO
Parque Nacional Iguazú – trem

Após essa etapa, passamos por mais uma pequena trilha com mirantes e logo estaremos na praça de alimentação do Parque, que tem vários restaurantes.

snapseed
Cataratas del Iguazú – lado argentino

Gostei muito da milanesa com papas fritas e arroz que pedi no primeiro restaurante da esquerda, só não me recordo o nome. Depois do almoço, próximo as 15:00, retornamos para Foz do Iguaçú. Chegamos ao nosso hotel por volta das 17:00. Foi um dia incrível!

 

2º dia – ICE BAR IGUAZÚ – ARGENTINA:

Depois de ter passado o dia visitando a Usina de Itaipú, Templo Budista e a Mesquita Omar Iben Khattab em Foz do Iguaçú, retornamos ao hotel para nos arrumar, porque a noite voltaríamos à Puerto Iguazú, mas dessa vez, para curtir o famoso Ice Bar Iguazú.

Atravessamos novamente do Brasil para a Argentina, passando pela Ponte Tancredo Neves. A apresentação dos passaportes e da taxa turística também foi rápida!

IMG_3280
Print do meu snapchat

Chegamos ao Ice Bar Iguazú já com os ingressos comprados e horário marcado. Pagamos $360 pesos argentinos, apresentamos o ticket na entrada e nos liberaram para vestir as roupas de frio.

IMG_1787
Ice Bar Iguazú – ingresso

O Ice bar tem open bar de 30 minutos a uma temperatura de -12º. As bebidinhas que eles servem são ótimas, com destaque para a de melancia e a de chocolate. Queria mais!

Um ponto que achei negativo, é que as fotos tiradas lá dentro pelos fotógrafos do Ice Bar, são reveladas e você não tem o direito de levar no pen-drive. Por isso, as fotos que tirei lá dentro, não ficaram boas! A iluminação também não ajuda. haha

Ice Bar (2)
Ice Bar Iguazú

Após o Ice Bar, fomos conhecer o centro de Puerto Iguazú. Nosso guia nos levou para conhecer a Capriccio Alfajores Gourmet, onde tivemos degustação de alfajores e doces de leite variados, um mais delicioso que o outro. Ao final, quem gostou, poderia adquirir o produto na lojinha.

Logo mais a frente, fomos conhecer a Avenida Brasil, a famosa rua com 7 cruzamentos sem sinalização alguma. É bizarro! Difícil entender como não tem acidente todos os dias nesse lugar.

Fizemos umas compras na lojinha de souvenir da esquina e depois fomos comer no The Living Room, que tinha uma comidinha gostosa com o preço ótimo. Por fim, nossa experiência em Puerto Iguazu foi essa… chegamos ao hotel já era perto de 23:30.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.