2 dias em Barcelona – Espanha

Publicado por

Saímos de Madrid no voo das 07:00 da cia aérea espanhola VUELING. O voo era direto para Barcelona, paguei €61 pelo trecho e durou aproximadamente 1:20. Não houve serviço de bordo gratuito. E essa, havia sido a minha segunda experiência voando em uma cia aérea que presta serviço low coast (baixo custo) na Europa. A primeira vez foi no voo de Porto para Madrid pela TAP.

MOEDA: euro.

PERÍODO DA VIAGEM: 09 à 11 de outubro de 2017 – outono.

INTERNET: chip da @easysim4u. Único que pega em mais de 140 países e já chega ao seu destino conectado com internet 4G.

VOANDO LOW COAST: as poltronas de todas as cias aéreas low coast que voei na Europa não reclinavam. Também paguei para despachar a bagagem, pois, bagagem gratuita é somente a de mão com 10 kg. E se quiser marcar assento em algumas delas, terá que pagar por isso. Nessa Eurotrip voei de TAP do Porto para Madrid, Vueling de Madrid para Barcelona, Ryanair de Barcelona para Paris e Wizz de Budapeste para Milão. Nos próximos posts contarei minha experiência em cada uma delas.

IDIOMA: apesar de estar na Espanha e o idioma oficial do país ser o espanhol (também chamado de castelhano), na região autônoma da Catalunha, onde Barcelona é a capital, a língua predominante é o catalão, derivado do latim. Em cardápios, letreiros e placas, o primeiro idioma sempre será o catalão, por isso, irão notar alguns nomes de locais e expressões que são bem diferentes do espanhol. Observem os idiomas na placa abaixo: 1º catalão, 2º espanhol e 3º inglês.

IMG_1819
Placas – Catalão / Espanhol / Inglês

POST >> Abaixo deixo os posts completos das outras cidades espanholas que passamos nessa Eurotrip:

| MADRID | TOLEDO |

 

1º dia – CITY TOUR – Obas de Gaudí: La Pedrera – Casa Millà, Casa Batllò, Basílica Sagrada Família e Parc Güell:

Chegamos a Barcelona às 08:20 da manhã e o dia estava incrível. Estávamos dando muita sorte na viagem, contrariando as expectativas do clima para o começo do outono.

IMG_1100
Chegando em Barcelona

Descemos no gigantesco e moderno Aeroporto de Barcelona – El Prat (BCN), que fica a aproximadamente 30 minutos do bairro de Gàrcia, centro de Barcelona, onde nos hospedamos. Pegamos 2 taxis e pagamos aproximadamente €30 por carro. Lembrando que novamente pagamos excesso pela quantidade de malas.

Fizemos todas as reservas das nossas acomodações pelo booking.com, e dessa vez, a escolhida foi o Generator Hostel Barcelona, situado na Carrer de Còrsega – 373, com excelente localização. Pagamos €328 por 2 diárias em um quarto privado para 6 pessoas com banheiro privativo. Essa foi a minha primeira experiência de hospedagem em hostel nessa Eurotrip. Gostamos muito!

Conseguimos fazer o check in logo que chegamos, coisa rara na viagem. Subimos com nossas malas, trocamos de roupa e fomos caminhar. O dia foi dedicado a conhecer algumas obras do famoso arquiteto catalão, Antoni Gaudí.

DCIM173GOPRO
La Pedrera – Casa Milà

Ao sair do hostel, nossa primeira parada foi em La Pedrera – Casa Milà, construída por Gaudí entre os anos de 1905 e 1907, é Patrimônio Mundial da UNESCO e desde 2013 é a base Catalonia La Pedrera, que é responsável pela organização de exposições, atividades e visitas.

IMG_1107
La Pedrera – Casa Milà
IMG_1103
La Pedrera – valores

Seguimos a pé até a Casa Batllò, mais uma obra de Gaudí. É um edifício modernista catalão, que recebeu diversos apelidos: Casa dos Ossos, Casa dos Crânios e Casa das Máscaras, todos eles, devido a arquitetura de sua fachada.

IMG_1141
Casa Batllò

Foi finalizado no ano de 1906 e hoje recebe exposições e visitas de grande parte dos turistas que passam por Barcelona. Também é Patrimônio Mundial da UNESCO.

IMG_1114
Casa Batllò – valores

Como tínhamos somente dois dias em Barcelona, optamos entrar somente nas duas principais obras de Gaudí. Após sairmos da Casa Batllò, fomos caminhando pelo centro de Barcelona, que estava tranquilo, apesar de ser dia 09-10-2017, um dia antes do Governo Autônomo da Catalunha declarar sua a Independência.

IMG_1161
Bandeira da Catalunha, exposta por toda cidade

Paramos para almoçar no Dunne’s Bar, restaurante irlandês que lembra muito o estilo do Outback, que apesar de australiano, tem uma culinária parecida. Como sabem, eu amo hambúrguer e nesse dia, tive que experimentar o que o chef recomendou. As meninas pediram outros pratos e também adoraram!

Ao terminar o almoço, seguimos para a Basílica Sagrada Família de taxi, pois, tínhamos uma visita com hora marcada. Compramos o ticket pelo site oficial com medo de esgotar, mas creio que nem havia necessidade. Vi muitas pessoas comprando tranquilamente na hora da entrada mesmo.

Enfim chegamos ao imponente Templo Expiatório da Sagrada Família, popularmente conhecido como Basílica Sagrada Família, templo católico situado na Carrer Mallorca, 401. Sem dúvida alguma, a obra mais importante e conhecida de Antoni Gaudí, que teve o projeto iniciado em 1882 e assumido por Gaudí em 1883. Como muitos dizem, a Basílica vive uma obra eterna, apesar de afirmarem que em 2026 ela será concluída. A Sagrada Família possui atualmente 8 torres construídas que chegam a 125 metros de altura, e quando as outras 10 torres planejadas estiverem finalizadas, as mais altas medirão 170 metros, com isso, ela será considerada a igreja mais alta do mundo.

DCIM174GOPRO
Basílica Sagrada Família – fachada

A Torre da Glória e a Torre da Paixão, estão abertas à visitação e o ticket de acesso deve ser específico para uma ou para a outra. Escolhemos a Torre da Paixão, depois de pesquisar em alguns blogs.

IMG_1172
Basílica Sagrada Família – Torre da Paixão

Como gosto de expor minhas opiniões aqui no blog, digo a vocês que a vista não foi satisfatória e o acesso até as Torres é bem ruim para pessoas claustrofóbicas, pois, eu que não sou, já estava me sentindo desconfortável com todo aquele aperto.

DCIM173GOPRO
Basílica Sagrada Família – Torre da Paixão
IMG_1167
Basílica Sagrada Família – Torre da Paixão – vista

O acesso na subida é pelo elevador, mas na descida, é feito por escadas em formato de espiral, dando até uma leve tontura.

DCIM174GOPRO
Torre da Paixão – descida
IMG_1179
Torre da Paixão – descida

Após descermos da Torre, a visitação foi pelo interior da Basílica. Não tenho outra palavra a não ser MARAVILHOSA. A arquitetura utilizada na parte de dentro é simplesmente incrível.

IMG_1195
Basílica Sagrada Família – altar
DCIM174GOPRO
Basílica Sagrada Família – teto

Os vitrais colorem o interior da Basílica a medida que o sol vai batendo e mudando de posição.

IMG_9352
Basílica Sagrada Família – show de cores

Enfim, se posso dizer a vocês, reservem mais tempo para a parte de dentro.

IMG_1191
Basílica Sagrada Família – vitrais
IMG_1188
Basílica Sagrada Família – vitrais

Agora, falando um pouco sobre as Fachadas da Basílica (Natividade, Paixão e Glória), o áudio guia na hora da visita é imprescindível para entender o que Gaudí pretendia retratar em sua obra. Somente visitando para ter uma noção da grandeza. Uma obra que é literalmente de tirar o fôlego.

IMG_1200
Basílica Sagrada Família

Depois de sairmos da Basílica, fomos dar uma volta no parque que fica em frente. Nele está o melhor ângulo para fotos, pegando toda a Basílica. Não deixem de conferir!

26994250_405799369869972_2808716078576584999_n
Basílica Sagrada Família

Saindo da Sagrada Família, pegamos outro taxi para o Parc Güell, o maior e mais importante parque urbano de Barcelona. Outra obra de Gaudí, essa talvez seja uma das mais importantes e grandiosas, ao lado da Basílica Sagrada Família.

DCIM175GOPRO
Parc Güell – entrada principal

O ticket também era com horário marcado. E mais uma vez vimos que não havia necessidade de ter comprado antecipadamente no site oficial. Se estiver indo para Barcelona no começo do outono, já sabe!

Começamos a vista pela parte gratuita do Parc Güell, mas infelizmente, como nossa passagem por Barcelona seria rápida, tivemos que apressar algumas coisas. Recomendo que tirem meio período do dia para se dedicar bem a tudo que o parque oferece.

DCIM174GOPRO
Parc Güell – Pórtico – área gratuita

Já na parte paga, começamos realmente pelo começo, a Escada do Dragão… haha

DCIM174GOPRO
Parc Güell – Escada do Dragão

Depois fomos conhecer o Pórtico da Lavadeira, na parte esquerda da Escada do Dragão, para então subirmos para a famosa Plaza de la Naturaleza.

IMG_1281
Parc Güell – Pórtico da Lavadeira

A Plaza de la Naturaleza é onde fica a famosa vista de Barcelona. Uma das mais disputadas também, pois, para tirar uma foto no ponto mais concorrido, é preciso muita paciência.

IMG_1674
Parc Güell – Plaza de la Naturaleza

Não demoramos muito, afinal, como podem reparar no canto direito da foto, a praça está em reforma e o espaço está pequeno para a quantidade de turistas buscando por uma foto. Na descida, passamos pelo lindo teto de Hypostyle.

IMG_1390
Parque Güell – teto de Hypostyle

 Após nossa visita, retornamos ao hostel para jantar e descansar para o próximo dia.

 

2º dia – CITY TOUR – Arco do Triunfo, Camp Nou, Mercado St Josep, La Rambla, Barceloneta Beach e Barrio Gotico:

Acordamos bem cedo, tomamos café por €3 em uma cafeteria próxima ao hostel para começar bem o dia. Era dia de visitar os demais pontos turísticos famosos de Barcelona.

IMG_9495
Croissant recheado e café americano – saudades haha

Após o café da manhã, seguimos para o Arco do Triunfo, que ao contrário de outros arcos pelo mundo, não teve construção com propósitos militares. O Arco do Triunfo de Barcelona tem um significado civil, pois, é caracterizado pelo processo artístico, científico e econômico da cidade.

DCIM175GOPRO
Arco do Triunfo – entrada

Próximo das 10 horas da manhã, um senhor chegou e alegrou o lugar. Ele fazia bolhas de sabão, que nos proporcionaram ótimas fotos!

DSC01230
Arco do Triunfo

O Arco do Triunfo é palco de grandes corridas como: Jean Bouin e a Maratona de Barcelona, além disso, também é o local que ocorre grandes festivais como o Primavera Sound.

RZONE6228
Arco do Triunfo

O Arco foi restaurado em 1989 e a visita pela Passeig Lluís Companys, onde ele fica situado, é gratuita.

DCIM175GOPRO
Arco do Triunfo – Passeig de Lluís Companys

Gostaria de ter conhecido o Parc de la Ciutadella, mas como mencionei anteriormente, estávamos em Barcelona exatamente no dia em que foi decretado a Independência da Catalunha, e por esse motivo, o parque estava fechado.

IMG_1691
Parc de la Ciutadella – entrada

Partimos para conhecer o famoso Camp Nou, estádio do time catalão, Fútbol Club Barcelona, que recentemente havia sido deixado pelo Neymar, fazendo com que simplesmente citar o seu nome, já era tido como um xingamento pelos locais. hahaha

DCIM175GOPRO
Camp Nou – Estádio do Barcelona

Não fizemos o tour guiado, mas vocês podem agendar e adquirir o ticket para o tour diretamente no site oficial. Depois, fomos conhecer a loja do Barça, que é gigantesca e linda! Não deixem de conferir quando estiverem em Barcelona.

Ao sairmos do Camp Nou, fomos almoçar no Mercado St Josep – La Boqueria situado na famosa La Rambla, mas desistimos ao ver de perto o preço das comidas no mercado. E se posso dar uma dica, não caiam no conto do chocolate por quilo, diria até para vocês passarem longe. Hahaha

IMG_1773
Mercado St Josep – La Boqueria

Almoçamos em um restaurante que fica do outro lado da La Rambla. Comida excelente e relativamente barata para a localização. Mas os pratos não servem duas pessoas como em outros lugares da cidade.

IMG_1784
La Rambla

Ao sair do restaurante, atravessamos a rua e fomos conhecer melhor La Rambla, que infelizmente ficou marcada, por ter sido palco de um atropelamento proposital onde um homem dirigindo uma van, matou 13 pessoas e feriu pelo menos 100, em 17 de agosto de 2017, configurado como atentado terrorista.

DCIM175GOPRO
La Rambla – por onde a van passou

Após o almoço, pegamos um taxi até La Barceloneta, que fica na orla de Barcelona. Muito linda e organizada, poderia ter passado facilmente o dia naquele lugar! Foi a praia que  mais me lembrou as praias brasileiras. O clima também estava ótimo no dia!

IMG_1807
La Barceloneta

Ao fundo, como podem ver, está o Hotel W Barcelona em formato de vela, que foi inspirado no luxuosíssimo hotel Burj Al Arab de Dubai – Emirados Árabes.

DCIM175GOPRO
La Barceloneta

Sentamos no quiosque e ficamos por um tempo batendo papo, descansando e admirando essa vista maravilhosa!

IMG_1814
La Barceloneta

Antes do pôr do sol, seguimos a pé até o Barrio Gotico, mas no caminho, passamos por alguns lugares bem interessantes:

DCIM175GOPRO
Port Vell – ao fundo, Aquàrium de Barcelona
IMG_1824
Museu d’Història de Catalunya
IMG_1829
Barcelona – Via Laietana
IMG_1831
Correos y Telegrafos

Chegando ao Barrio Gotico, só demos uma volta, pois infelizmente, já estava escurecendo. Seria muito válido voltar depois com mais calma. Existem tours guiados que contam toda a história do bairro, mostrando a importância do gótico na cultura catalã.

IMG_1837
Barrio Gotico
IMG_1832
Barrio Gotico

Mas um lugar ainda deu tempo de conhecer. A igreja abaixo é uma das igrejas medievais mais antigas de Barcelona, situada na Plaza Sant Just i Pastor. Nesta igreja foram filmadas algumas cenas do filme: O perfume: história de um assassino.

DCIM175GOPRO
Uma das igrejas medievais mais antigas de Barcelona

Ao sairmos do Barrio Gotico, fomos jantar e retornar ao Generator Hostel, pois, no outro dia bem cedo, partiríamos para conhecer Paris, a Cidade Luz.

POST >> Quer saber como foram os 5 dias que passamos em Paris? Clique aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.