1 dia em Milão – Itália

Publicado por

Saímos de Budapeste no voo das 06:00 da cia aérea húngara WIZZ que pegamos no Aeroporto Budapest Ferenc Liszt (BUD), o principal da cidade. O voo era direto para Milão, paguei US$79 pelo trecho e a viagem durou aproximadamente 1:45. Não houve serviço de bordo gratuito. E essa, havia sido a minha última experiência voando com uma cia aérea que presta serviço low coast (baixo custo) na Europa. Escolhemos incluir Milão no roteiro da Eurotrip porque seria a maneira mais rápida de ingressar na Itália. Saindo de Budapeste, os trens, ônibus e voos para Verona estava caríssimos e demoravam mais de 10 horas, contando com as conexões.

MOEDA:  euro.

IDIOMA: italiano.

PERÍODO DA VIAGEM: 26 à 27 de outubro de 2017 – outono.

INTERNET: chip da @easysim4u. Único que pega em mais de 140 países e já chega ao seu destino conectado com internet 4G.

VOANDO LOW COAST: as poltronas de todas as cias aéreas low coast que voei na Europa não reclinavam. Também paguei para despachar a bagagem, pois, bagagem gratuita é somente a de mão com 10 kg. E se quiser marcar assento em algumas delas, terá que pagar por isso. Nessa Eurotrip voei de TAP do Porto para Madrid, Vueling de Madrid para Barcelona, Ryanair de Barcelona para Paris e Wizz de Budapeste para Milão (relato sobre a Wizz está abaixo).

POST >> Quer saber como foram os dias que passamos em Budapeste, capital da Hungria? Clique aqui!

EXPERIÊNCIA COM A CIA AÉREA WIZZ: um dia antes de embarcarmos, recebemos por e-mail o check in online feito pela própria cia aérea. No dia seguinte chegamos ao aeroporto no horário certo e nos dirigimos ao guichê da cia. Ao chegarmos, o funcionário nos pediu o cartão de embarque com check in impresso (no e-mail não falava nada sobre isso). Entregamos os celulares, como em qualquer outro aeroporto durante a viagem, mas eles não aceitaram. Disseram que para embarcar, precisávamos ter o cartão de embarque impresso. Perguntamos onde poderíamos imprimir e eles nos disseram que naquele horário, não haviam locais abertos para isso, mas nos disseram que eles poderiam imprimir, mas havia uma taxa. A taxa era de €10 por cartão de embarque, ou seja, €40 pelos 4 cartões. UM ABSURDO!

Pagamos a taxa indignadas e seguimos para despachar nossas malas, pois, já havíamos pago pelo site o despacho da bagagem de porão (23 kg). Antes de chegarmos lá, o mesmo funcionário da Wizz que nos cobrou os cartões de embarque, pediu para que medíssemos nossas bagagens de mão, que também já estavam incluídas no valor. No site da cia também não dizia nada disso, mas a medida FREE da bagagem de mão era equivalente a de uma mochila. SIIIIM, uma mochila! Nenhuma de nossas malas coube. Couberam na metragem de cias aéreas mais complicadas, como a Ryanair, mas no da Wizz não!

Nos disseram que se quiséssemos levar a bagagem de mão, teríamos que pagar €45 por cada mala. Total desrespeito com os passageiros! E eles não estavam nem aí… ou paga, ou não levávamos a bagagem de mão conosco. Eu não paguei, porque havia comprado minha mala no Paraguai e paguei muito menos da metade desse valor. Simplesmente deixei ela lá! Tirei tudo e passei para a mala grande. As minhas amigas pagaram, pois, haviam comprado as malas menores na viagem. Depois dessa total roubalheira, seguimos para o portão de embarque. As poltronas no avião eram horríveis, enfim, achei a cia aérea Wizz péssima. Não recomendo!

Chegamos a Milão e minha amiga descobriu que foi roubada. Ela deixou euros na mala e simplesmente desapareceram durante a viagem (do despacho da bagagem em Budapeste até ela pegar na esteira em Milão). Voltamos ao aeroporto para prestar boletim de ocorrência, procuramos guichê da Wizz e simplesmente não existia. Sério! Decepção total!

Na Polícia de Imigração do Aeroporto disseram que onde as malas ficam não tem câmeras e que as empresas não se responsabilizariam por nada. E se isso serve de aprendizado a quem está lendo esse post, é que não deixe NADA de valor na mala que for despachar. Dinheiro, relógios, óculos, cartões, passaporte, tudo de valor, carregue com você para onde for! E ahhh, nunca voem com essa cia aérea, por favor!

 

POST >> Nessa Eurotrip passamos por algumas cidades italianas. Confira abaixo o que conhecemos em cada uma delas:

| VERONA | VENEZA | FLORENÇA | PISA | ROMA |

 

CITY TOUR – Arco della Pace, Castelo Sforzesco, Piazza del Duomo e Galleria Vittorio Emanuele II:

Chegamos a Milão às 07:45 da manhã. Descemos no Aeroporto Milano-Malpesa (MXP), que fica a 50 km do centro de Milão. Existem várias opções de traslado do aeroporto até o centro de Milão:

Ônibus: €8 (ida) ou €14 (ida e volta). Estações: Milano Centrale e Fiera Milanocity.

Trem: €13 (ida) ou €20 (ida e volta). Estações: Milano Centrale, Garibaldi e Cadorna.

Taxi: €95 (preço fixo pela corrida para até 4 pessoas).

Optamos ir de ônibus e pagamos €8 pelo trecho até a Stazione Milano Centrale, que durou aproximadamente 1 hora. Quando voltei ao Aeroporto para ajudar minha amiga resolver sobre o roubo, fomos de trem. Pagamos €20 pela ida e volta e também é muito prático. O trajeto também durou cerca de 1 hora o trecho.

Fizemos todas as reservas das nossas acomodações pelo booking.com, e dessa vez, a escolhida foi o Living Relax Milan Arco della Pace, situado na Via Pietro Moscati, 9, com excelente localização. Pagamos €99 por 1 diária em um apartamento mobiliado com um quarto, uma sala conjugada com a cozinha e um banheiro. Deixamos nossas malas e descemos para almoçar, bem embaixo do apartamento, em um delicioso restaurante brasileiro chamado Nu & Cru. Foi lá que matamos a saudade da feijoada brasileira feita pelas mãos da proprietária, uma brasileira muito prestativa e gente boa.

Após o almoço, nossa primeira parada foi no Arco della Pace, porta de entrada para o Parque Sempione, também pode ser chamada de Porta Sempione. Se repararem bem, na foto abaixo, conseguimos avistar a torre do Castelo Sforzesco ao fundo.

DCIM184GOPRO
Arco della Pace

Sua construção foi concluída em 1838, a pedido de Napoleão Bonaparte.

DCIM185GOPRO
Arco della Pace

Seguimos para o Parque Sempione, o mais importante de Milão. Boa parte da população gosta de curtir a paisagem, caminhar e principalmente, gostam de curtir o sol, se ele tiver aparecido naquele dia.

IMG_4525
Parque Sempione

Realmente é um lugar lindo! Merece dispensar um período do seu dia para fazer um piquenique ou mesmo relaxar. O Parque abre às 06:30 e fecha às 21:00.

Ao final do Parque, chegamos ao Castelo Sforzesco, construído no século XV por Francesco Sforza, que se tornou pouco depois Duque de Milão, sobre restos de uma fortificação anterior datada do século XIV.

A visitação é gratuita e muito válida! A arquitetura do lugar é incrível… não deixem de dar uma passadinha lá para conferir!

IMG_4372
Castelo Sforzesco

Na saída do Castelo, tem essa fonte maravilhosa, que dá vontade de tirar 1000 fotos!

DCIM185GOPRO
Castelo Sforzesco

Seguindo sempre reto, cruzamos a Via Dante, uma das mais importantes de Milão. Nessa rua, há muitas lojas, cafés e restaurantes. Do Castelo Sforzesco até o Piazza del Duomo, andamos cerca de 20 minutos.

IMG_4544
Via Dante

Enfim, chegamos ao cartão postal de Milão, a Duomo di Milano. A Catedral de Milão é uma catedral católica romana situada na Piazza del Duomo, praça central da cidade.

IMG_4410
Piazza del Duomo

É a sede da Arquidiocese de Milão e uma das mais lindas e complexas edificações em estilo gótico da Europa. A Catedral é enorme! São 157 metros de comprimento e 109 metros de largura. É possível fazer visitação ao topo, saiba mais no site oficial.

IMG_4520
Duomo di Milano
DCIM185GOPRO
Piazza del Duomo

Vejam na foto abaixo como são próximas a Galleria Vittorio Emanuele II (lado esquerdo da foto) e a Duomo di Milano (lado direito da foto)…

IMG_4806
<- Galleria Vittorio Emanuele II – Duomo di Milano ->

A Galleria Vittorio Emanuele II é um centro comercial em galeria arqueada de vidro do século XIX, com marcas de luxo e restaurantes refinados. Milão é considerada a capital da moda.

IMG_4547
Galleria Vittorio Emanuele II – entrada
IMG_4560
Galleria Vittorio Emanuele II – dentro

Sobre a lenda da Galeria: no centro da galeria que é em forma de cruz, há o encontro das duas vias. O piso, revestido com mosaicos tem no meio de cada uma de suas quatro esquinas os brasões das cidades de Milão, Turim, Florença e Roma. É no de Turim que a “simpatia” acontece. Para encontrá-lo, basta observar uma rodinha de pessoas.

DCIM185GOPRO
Galleria Vittorio Emanuele II – touro de Turim a frente

No centro do brasão de Turim há um touro. A tradição manda pisar com o calcanhar do pé direito sobre a genitália do touro e girar três vezes sobre ele. Embora reze a lenda que a sorte vale apenas quando feito à meia-noite do dia 31 de dezembro, o ritual é repetido a todos os dias do ano, quase sempre por turistas, e é preciso paciência para esperar a vez, pois a brincadeira é concorrida.

IMG_4571
Galleria Vittorio Emanuele II – lenda do touro de Turim

Saímos da Galeria e fomos até a Luini, panificadora famosa por fazer o melhor panzerotto da Itália. É uma espécie de esfiha árabe, só que italiana. hahaha

IMG_4548
Luini

Ao sair da Luini, regressamos para a Piazza del Duomo e ela estava ainda mais bela! Tudo fica incrível quando ligam as luzes a noite.

IMG_4553
Duomo di Milano

Depois do nosso tour, fomos até o aeroporto, como mencionei acima, e depois regressamos ao apartamento para descansar.

No dia seguinte íamos para Verona, cidade italiana onde supostamente aconteceu a história romântica de Romeu e Julieta, o casal apaixonado das obras de Shakespeare.

POST >> Quer saber como foi nossa experiência em Verona? Clique aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.